Pesquise por hashtags, nomes, e assuntos Pesquisar

Fechar

A importância de cultivar brincadeiras ao ar livre na era da tecnologia

A Barata Diz Q Tem

Há uma série de discussões sobre como a tecnologia está afetando a saúde e a formação de nossas crianças, através do uso excessivo de jogos digitais, vídeo games, tablets, iPods, celulares e qualquer outro tipo de aparelho eletrônico.

Infelizmente um efeito é claro: o sedentarismo já faz parte da realidade de boa parte das crianças de hoje. As brincadeiras tradicionais perderam muito espaço para o entretenimento do mundo virtual.

Dessa forma, os pequenos acabam desestimulados e até desencorajados a experimentar outros tipos de atividades, se distanciando do mundo real. Por isso a importância de brincadeiras ao ar livre e junto à natureza.

O cenário atual indica que teremos cada vez mais crianças com problemas de saúde, como diabetes e pressão alta, além de perdas graves em relação à habilidade de sociabilização, interação com os demais, coordenação motora e percepção dos fatos ao seu redor.

No entanto, vale lembrar que sempre há tempo de reverter uma situação que precisa ser mudada e, no post de hoje, nós falaremos sobre isso. Acompanhe conosco!

O que favorece o sedentarismo

Um fator que afeta diretamente a liberdade das crianças é a própria segurança pública. Muitos pais preferem manter os filhos em casa do que correr o risco de deixá-los brincando na rua. A sensação de insegurança dos pais faz com que as crianças fiquem restritas às dependências do prédio ou condomínio. A preocupação desses pais é compreensível, porém, não podemos negar que isso influencia negativamente no crescimento das crianças, justamente no momento em que elas deveriam estar descobrindo o mundo.

A vida corrida e atribulada, a falta de tempo, o trânsito e o estresse também são responsáveis por impedir que pais convivam e brinquem mais com seus filhos, promovendo essas experiências diferentes e divertidas.

Superando o problema

Brincar ao ar livre é uma atividade acessível até mesmo às crianças que residem em grandes metrópoles, já que é possível encontrar pedacinhos de natureza em diversos lugares comuns, como nos jardins das casas e das escolas, nos playgrounds, nos prédios e condomínios, além das praças, parques, praias, clubes e outros espaços públicos. Esses espaços, certamente, podem ser mais explorados pelas famílias.

Esses espaços ao ar livre são ideais para correr, andar de bicicleta, nadar, rolar na grama e, principalmente, conhecer coisas novas. As crianças irão ter contato com árvores, flores, animais, perceber texturas, cheiros e sensações — experiências que joguinho nenhum oferece.

Existem alguns grupos que organizam encontros em praças ou parques, aos finais de semana, como festas, cheias de crianças e pais, em que todos ficam sentados no chão, compartilhando brinquedos, ouvindo música e histórias, o que é uma ótima oportunidade para fazer novas amizades e, sobretudo, aprender. Ao final, cada um recolhe suas coisas e leva o próprio lixo para casa — um ótimo exercício de conscientização para a criançada.

Esse convívio é muito importante para o desenvolvimento das crianças. É a base para a formação de cidadãos melhores, que entendem e respeitam as diferenças, o meio ambiente, que sabem dividir e ajudar os que precisam.

É essencial que os pais estimulem e participem do aprendizado a partir da experiência, da vivência, pois isso é o que torna uma criança segura e preparada para enfrentar os desafios do futuro, com confiança.

Não deixe seu filho crescer sem saber o que são brincadeiras como esconde-esconde, pique-bandeira, amarelinha, caça ao tesouro, estátua e queimada. É preciso que você faça a sua parte e garanta uma infância mais saudável e divertida aos pequenos.

E você, incentiva os seus filhos a brincarem ao ar livre? Deixe um comentário e compartilhe suas experiências conosco!

  • Equipe A Barata Diz Q Tem.

brincadeiras ao ar livre

2.00 avg. rating (49% score) - 3 votes
Esse conteúdo foi útil?
2.00 avg. rating (49% score) - 3 votes

Comentários

  1. […] sabemos que brincar é uma atividade fundamental para o desenvolvimento de uma criança. No post de hoje vamos falar sobre os brinquedos, que também exercem um papel importante, já que […]

  2. […] Maria Montessori ressaltava que seu método era muito mais do que materiais e práticas em sala de aula. Seu grande valor está na proposta de libertar a natureza do indivíduo. Para que a meninada se desenvolva com autonomia em casa, tente oferecer o que ela chamou de “ambiente preparado”: é preciso ter mesas, cadeiras e camas baixas, além de manter  objetos que os pequenos usam sempre ao seu alcance. Além disso, os adultos devem incentivar a exploração da natureza e dos ambientes ao ar livre. […]

  3. Anônimo disse:

    Obrigada!

Fala pra gente o que achou

O seu endereço de e-mail não será publicado.