Quando imaginamos o projeto do blog e da loja A Barata Diz Q Tem, a imaginação, que é infinita, fez com que a gente pensasse que ele poderia ser um milhão de coisas ao mesmo tempo. Como definir o que a gente é quando se quer ser tanto? Aí, para explicá-lo, a gente achou mais fácil começar dizendo o que ele não é: ele não é um blog PARA crianças.

Crianças são nosso tema, nosso motivo, nossa paixão, nossa vocação! Então, falamos de crianças o tempo inteiro, mas, neste espaço, não falamos diretamente para elas, e por um motivo simples: acreditamos que elas têm mais o que fazer. Elas têm que brincar.

O brincar não é uma ciência, um saber prévio, um passo-a-passo. Não se ensina a brincar. Mas a gente sabe que brincar é coisa séria. Queremos fazer do nosso espaço um lugar que reúna nossa crença em um mundo onde a criança brinca. Vamos fazer isso a partir da troca de experiências, da contação de histórias, do compartilhamento de memórias. Tomar emprestado o brincar da criança também para dobrar e desdobrar o pensamento, para ver o mundo de um jeito e depois de outro jeito e, assim, poder também repensar em nosso blog relações e valores. Seguindo essa linha, aqui tem dicas sobre arte, livros e músicas para crianças. Tem vídeos da internet sobre elas. Tem histórias de criança. Tem histórias de mães. Tem discussões sobre temas controversos.

Além disso tudo, A Barata Diz Q Tem também é uma loja virtual. Uma loja onde você encontra tudo que acreditamos, brinquedos que precisam da criança que brinca para existirem. Brinquedos que não brincam sozinhos e necessitam de imaginação para estarem vivos – produtos pedagógicos, educativos, lápis de cera, livros e CDs, bonecos de madeira e de pano, produtos de papelão, jogos, acessórios para a primeira infância.

Então fica combinado que a gente vive pensando em criança, mas a gente fala é com o adulto que já sabe escolher, julgar, dizer sim ou não e definir o que a sua criança precisa e pode ter. Fica combinado, também, que no blog você vai ter seções muito legais, como comportamento, educação, cultura, notícias, opiniões. A gente acredita que boa conversa e troca de figurinhas são coisas que não têm preço. Fiquem à vontade.

 

Uma resposta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.