Pesquise por hashtags, nomes, e assuntos Pesquisar

Fechar

Veja as dicas de brinquedos e brincadeiras para bebês

A Barata Diz Q Tem

Brinquedos e brincadeiras para bebês

Vamos combinar… pegar aquele serzinho no colo pela primeira vez é um dos momentos mais emocionantes da vida, não é? Saber que ele se sente protegido com um abraço e que se entrega totalmente aos nossos cuidados é a prova de que estamos começando um novo caminho de aventuras e descobertas.

Por falar em descobertas, pais, familiares e educadores são responsáveis por apresentar ao bebê uma série de brinquedos e brincadeiras que os estimulem e os faça desenvolver a parte psíquica e motora. Os primeiros sentidos são logo percebidos. Eles conseguem identificar a diferença nas vozes que estão mais presentes no seu dia a dia, o cheirinho da mamãe, o chorinho e balbucios e, claro, as cores e luzes que estão ao seu alcance. Nas semanas e meses seguintes ao nascimento, os sentidos continuam a se desenvolver, ajudando o bebê a aprender mais sobre o ambiente ao redor.

Por não conseguirem se movimentar muito no início, os bebês precisam receber estímulos interessantes e adequados para que eles possam brincar. Sons, cores, formas e texturas podem ser apresentadas para que ele apure cada vez mais os sentidos. Para isso, as pessoas que cercam o bebê diariamente podem usar e abusar de brinquedos indicados para essa primeira fase.

produtos para bebê

Os primeiros brinquedos

Ao receberem diferentes estímulos, os pequeninos começam a apurar os cinco sentidos. Por isso, devemos oferecer a eles brinquedos direcionados à essa faixa etária. É notório como os bebês gostam de brincar. Desde a barriga, já demonstram como se divertem movimentando e brincando com o cordão umbilical.

É importante observar se a progressão do neném está adequada à sua idade. Assim você consegue oferecer brinquedos que sirvam para o nível de aprendizado dele. Lembre-se de oferecer desafios de acordo com o progresso. Atividades que eles consigam alcançar o objetivo e que sintam prazer em realizar. Quando você coloca um desafio muito difícil, o bebê acaba se sentindo desestimulado e frustrado com a brincadeira.

Outro detalhe que devemos ficar sempre atentos é quanto à segurança. Jamais ofereça ao neném algo que pode comprometer sua saúde ou bem-estar. Brinquedos com partes pequenas apresentam risco de asfixia para crianças menores de três anos, por exemplo.

É legal oferecer brinquedos mastigáveis, com sons e texturas, que ajudam o bebê a explorar e aprender. Se você perceber que o que apresentou não deu resultado ou não aguçou a curiosidade dele, guarde e tente introduzir mais tarde.

Dicas de brinquedos pedagógicos

  • 0 a 6 meses – nessa primeira fase, aposte em estímulos visuais e sonoros, além de itens macios e que possam trabalhar a “pega” do bebê. Móbiles, naninhas, bonecos de pano e de borracha, mordedores e chocalhos. Os mordedores, inclusive, podem ajudar a coçar os primeiros dentinhos e aliviar aquela dorzinha enjoada que incomoda tanto os pequenos.
  • 7 a 12 meses – nessa fase, os bebês já estão com as habilidades motoras mais apuradas, já conseguem ficar sentados e podem interagir mais com os brinquedos. Oferecer mais desafios e coloca-los para rolar, rastejar e engatinhar ajuda muito em seu desenvolvimento. Para isso, ofereça a eles brinquedos com diferentes formas, cores e texturas, além dos que já mencionamos anteriormente. Vale apostar em centros de atividades, livros, brinquedos com encaixe e muita contação de histórias para estimular a imaginação e criatividade.

No mais, aproveite cada momento com seu bebê. Como todos dizem, passa rápido. Num futuro, não muito distante, você conseguirá ver como esse tempo investido no novo serzinho da família valeu a pena.

Assinatura Bianca Torres

Esse conteúdo foi útil?
0.00 avg. rating (0% score) - 0 votes

Fala pra gente o que achou

O seu endereço de e-mail não será publicado.